Argumento desenvolvido por Leonardo Igor, roteirista de Terral:

RUTE (55) é uma mulher de ascendência indígena, mãe de dois
filhos, MARIA (22) e MATEUS (24), e forte religiosidade. Rute
está pendurando roupas no varal quando um vento intenso, de
viração, lhe causa calafrios e ela percebe, ao mirar o mar,
que a jangada do marido não voltou naquela tarde. Rute corre
ao encontro de JOSUÉ (50), o único que retornou, e se
desespera ao saber o que houve. Os filhos amparam Rute e
ouvem, também, Josué contar que o pai deles foi levado ao céu
por um forte vento, que o arrastou inclusive com o barco.
Rute, inspirada na história bíblica de Jonas e o grande peixe,
decide ir para a beira do mar aguardar por três dias, assim
como no livro sagrado, o retorno do marido. Os filhos tentam
demovê-la da ideia e argumentam que precisam avisar a família
e preparar o velório. Rute se instala à beira-mar e acende uma
fogueira, com a qual pretende ajudar Jonas a achar o caminho
de casa. Dorme ali a primeira noite, com a filha. No dia
seguinte, a MADRINHA (80) é levada para conversar com a
afilhada, e conta o que lhe disse Iansã, senhora dos ventos.
Rute fica profundamente tocada pelo encontro. Mais tarde, vê a
vela de uma jangada no horizonte e se enche de expectativa,
mas era Josué que voltava de outro dia ao mar. Quando retorna,
o homem conversa com Rute e conta, com detalhes, o que viu
quando Jonas foi levado aos céus. Rute agradece, cita Jó 23:8,
e continua ali, ao lado da fogueira fraca, onde dorme
novamente. O jangadeiro retorna com mais lenha para ajudá-la.
No dia seguinte, Rute desperta com o filho lançando água sobre
a fogueira. Os dois discutem e Mateus está prestes a terminar
de encharcar as brasas, quando Rute se interpõe e fica,
descalça, com os pés na madeira quente. O filho, excruciado,
desiste. Rute, ferida, vai ao mar para refrescar os pés
machucados. Volta febril, falando da Bíblia, chora, treme,
desmaia. Acorda mais tarde com o fogo esmagado por uma jangada
que foi parar ali sem ser arrastada do mar para a terra. Como
se caída do céu.