“Os navegantes, em busca de si, traçaram rotas, desvios, enfrentaram redemoinhos, utilizando o próprio corpo como bússola em meio às ondas revoltas. O módulo “Corpos e intimidade” – plataforma para a fruição, atuação e reflexão sobre práticas de pesquisa em arte – destacou as potências da ação que o fazer artístico contempla, as relações com os corpos, gênero, suas representações, a arte e a performance no contexto social, político e de vida”.
Louise Felix, artista e professora do módulo “Corpos e intimidades”

 

Foto: Alan Sousa
Clique aqui para ver mais fotos

Sobre o Módulo “Corpos e intimidade”
O módulo “Corpos e intimidade” do programa PREAMAR destacou as potências de ação que o fazer artístico contempla e formas de pensar o corpo e a arte no contexto social, político e de vida. Nesse sentido, este momento se centrou no desenvolvimento de processos criativos com os participantes, orientando e propondo questões de reflexão que fomentem a elaboração de seus projetos e proposições individuais e/ou coletivas de ação. Em suma, o módulo foi compreendido como uma plataforma para a fruição, a atuação e a reflexão sobre práticas de pesquisa em arte, onde a proposta não se orientou por um comando imposto aos artistas, mas em um processo de emergência de possibilidades advindos de trocas com estes. O módulo foi dividido em momentos de práticas individuais e coletivas, exercícios de leitura de imagens, discussão e imersão em processos criativos de artistas diversos, atividades em ambientes externos e produções híbridas em suportes e linguagens variadas.


Sobre Louise Félix
Artista, professora e pesquisadora (quase) graduada pelo Curso de Licenciatura em Artes Visuais no IFCE. Desenvolve processos poéticos e sensíveis a partir de sua relação com o próprio corpo, de um olhar atento voltado para si, suas memórias e questões, colocando-se como o fulcro da obra de arte.